Para entender se uma estratégia está dando certo ou não, é preciso monitorar os seus resultados e analisar os seus dados. Nesse quesito, as métricas de marketing se tornam bastante necessárias.

A partir dessa atividade, torna-se possível criar e rever processos que são mais compatíveis com um negócio. Isso porque tais análises funcionam como medidores de sucesso: quando uma campanha oferece bons frutos, sabemos que ela não precisa ser modificada. Entretanto, quando apresenta falhas, é preciso entender o que necessita ser adaptado.

Essa atividade só pode ser realizada quando se observa com cuidado e atenção todas as etapas do trabalho de marketing. Por isso, as métricas se tornam indispensáveis, afinal, são elas que indicam o sucesso ou fracasso de uma ação.

Antes de tudo, é preciso conhecer os diferentes tipos de métricas de marketing que existem e saber como aplicar os melhores métodos. Vamos lá?

Os três principais modelos de métricas de marketing

O trabalho do marketing vai muito além de disseminar uma marca ou uma solução. Embora esse seja um de seus principais objetivos, um caminho muito longo é percorrido antes da divulgação de fato ocorrer.

Entender as reais dores e necessidades do cliente, por exemplo, faz parte desse processo. Só assim os profissionais podem criar planos de ação que façam sentido com os resultados almejados.

As métricas de marketing guiam essa metodologia. De forma lógica e eficiente, traçam um caminho estratégico que não só divulga a marca, mas gera leads qualificados e realmente interessados.

Aqui, acompanhar as métricas de atração, conversão e receita se torna crucial.

Métricas de atração

Sem público, não há dados a serem mensurados. Por isso, é necessário entender como os possíveis leads estão tendo o primeiro contato com a marca. Assim, podemos criar estratégias que otimizem esse processo e atraiam mais visitantes.

Nesse momento, é interessante ficar atento ao número total de visitas e atualizar esse dado com frequência. Dessa forma, é possível controlar o crescimento e determinar se ele pode ser impulsionado.

Aqui, entender qual é o perfil dos visitantes recorrentes, ou seja, aqueles que estão sempre voltando ao site, também é importante. Isso indica que o trabalho está sendo feito corretamente, e analisamos com mais cuidado as suas ações dentro do domínio.

Saber da onde está vindo esse público também é necessário para entender se os seus esforços, seja nas redes sociais ou no próprio site, estão dando certo ou precisam ser aprimorados.

Métricas de conversão

Agora que você sabe que tem um público interessado no seu conteúdo, é hora de converter esses leads em oportunidades reais para o seu negócio. Por isso, não podemos desperdiçar visitantes; precisamos investir para garantir que eles consumam aquilo que oferecemos.

Acompanhar as taxas de rejeição pode nos ajudar nesse momento. Com elas, entenderemos quais são as principais fraquezas do site para transformá-las e consertar os seus erros.

Entender bem como ocorrem as conversões também auxilia a criar estratégias que gerem bons resultados de maneira mais eficiente. O mesmo pode ser dito para as taxas de cliques em páginas e e-mails.

Métricas de receita

Achou que tudo acaba depois que o cliente fecha negócio? Mas é claro que não! É importante analisar os cases de sucesso para verificar se é possível baratear os custos de cada lead.

Nesse momento, devemos não somente calcular os gastos da estratégia, mas também verificar se os resultados estão valendo a pena. Reajustes dos preços das soluções muitas vezes são realizados nesse momento.

Como aplicar as métricas de marketing em um negócio?

Agora que você já conhece as três etapas das métricas de marketing, é hora de entender como aplicá-las em um negócio.

Se você ainda não sabe quais são os objetivos da sua estratégia de marketing, é preciso traçá-los. Caso eles já estejam bem definidos, chegou o momento de escolher as ferramentas que irão te ajudar a mensurar os resultados.

Excel pode parecer um programa simples demais para esse processo, mas quando é utilizado da forma correta, possui vários elementos que ajudam na organização de dados. É por isso que se tornou pré-requisito em muitas empresas ter domínio sobre o aplicativo. Veja aqui um curso que pode te ajudar a se destacar nessa área.

Para quem busca opções mais completas e práticas, o Data Studio é um dashboard online e gratuito que vem se tornando extremamente popular. Com ele, é possível criar gráficos e tabelas utilizando diferentes dados, e compartilhá-los com outras pessoas de forma prática e rápida. 

Além disso, é compatível com vários outros programas bastante usados no mundo do marketing. Saiba aqui como utilizar esse programa ao máximo.

Por fim, o Google Analytics também é conhecido nessa área, já que é uma das ferramentas mais úteis e completas para análise de desempenho

Mas é preciso saber interpretar todos os seus dados para colher os seus benefícios. Clique aqui para ver como podemos te ajudar!

Prepare-se para o futuro do marketing com a SPdS!

Não existe momento melhor para se preparar para o futuro do que o agora. Então não deixe de conferir todos os cursos oferecidos pela SPdS. Além daqueles referentes às métricas de marketing, possuímos vários outros que englobam diversas áreas dessa estratégia. Vem com a gente!